O investimento no setor de saúde cresce cada vez mais. De acordo com a consultoria PricewaterhouseCoopers, atualmente, este setor está a caminho de se tornar principal impulsor de gastos globais em pesquisa e desenvolvimento. A análise realizada destacou 88 ‘’inovadores de alta alavancagem’’ – empresas que superaram seus grupos industriais em sete medidas de sucesso financeiro nos cinco anos anteriores – dentre eles, 23 estão na área de cuidados com a saúde.

 

Hoje em segundo lugar nos gastos em pesquisa e desenvolvimento, o setor de saúde – atrás apenas de computação e eletrônica, deve ultrapassar os US$ 180 bilhões em investimentos até 2020. Diante dessa movimentação de mercado, o economista e autor bestseller Ricardo Amorim analisa: "À medida que a população mundial vive cada vez mais e envelhece, as necessidades na área de Saúde vão aumentar exponencialmente, tornando o setor o maior e mais importante motor de crescimento da economia mundial”.

 

O ritmo acelerado em busca de inovação apresenta grandes avanços na medicina de precisão, inteligência artificial e análise de dados. “Isso cria grandes oportunidades de negócios para empresas de diversos setores que estão gerando um grande desenvolvimento de novas tecnologias, tratamentos e outras inovações que podem melhorar substancialmente a vida das pessoas”, complementa Ricardo.

 

A Telemedicina, por exemplo, encurta distâncias, simplifica processos e diminui custos. O serviço permite que um paciente, apenas usando recursos de teleconferência, seja avaliado por um médico em qualquer lugar do mundo. A Care Plus, uma operadora de saúde, é um exemplo de empresa brasileira que é pioneira na oferta desse serviço. Eles oferecem a possibilidade para quem tem necessidade de atendimento com um psicólogo ou um nutricionista e, além disso, mantém uma parceria com o Hospital Albert Einstein que possibilita seus segurados fazerem “teleconsultas” em casos de baixa complexidade, o que acaba substituindo a ida ao pronto-socorro.

 

Aos que têm um comportamento global e estão em constante movimento ao redor do mundo, como executivos, a solução pode ser o International Private Medical Insurance ou IPMI. Esse produto não é novo, mas só chegou ao Brasil em 2017 também com a Care Plus, que faz parte da Bupa Global. Quem adquire o plano de saúde Master Internacional tem a possibilidade de usufruir de mais de um milhão de provedores de saúde nos cinco continentes da mesma forma que usaria o convênio no Brasil. Importante ressaltar que, atualmente, a operadora de saúde apenas comercializa o produto para pessoa jurídica (empresas a partir de 2 vidas, sem vínculo familiar).

 

A cobertura em mais de 190 países acaba proporcionando aos beneficiários o acesso a esta tecnologia de ponta que avança tão rapidamente no mundo.

 

Leia também: Master International: Único plano de saúde com cobertura global no Brasil