Durante o inverno, a pele do rosto e do corpo estão mais propensas ao ressecamento. As temperaturas mais frias e a baixa umidade do ar causam a diminuição da transpiração corporal fazendo com que a pele fique mais seca. Além disso, os banhos quentes, mais frequentes nessa época, provocam a remoção da oleosidade natural da pele de forma mais intensa, diminuindo o manto hidrolipídico, camada ultrafina de lipídeos responsável por reter a umidade da pele. O aspecto esbranquiçado e a sensação de pequenas fissuras na pele indicam que a pele está desidratada.

 

Doenças de pele mais comuns no inverno

            Além do ressecamento, outros problemas podem se manifestar na pele durante essa estação, entre eles:

  • Dermatite seborreica: é uma inflamação na pele que causa principalmente descamação e vermelhidão em algumas áreas do rosto, couro cabeludo e orelhas. É uma doença de caráter crônico, com períodos de melhora e piora dos sintomas.

 

  • Dermatite atópica: é um tipo de alergia de pele. Caracteriza-se por pele seca, erupções que coçam e crostas. É mais comum nas dobras dos braços e da parte de trás dos joelhos. Pode ser acompanhada de asma ou rinite alérgica. Baixa umidade do ar e frio intenso podem piorar as lesões.

 

  • Psoríase: relativamente comum, crônica e não contagiosa. Apresenta sintomas que desaparecem e reaparecem periodicamente. Sua causa é desconhecida, mas sabe-se que pode estar relacionada ao sistema imunológico, às interações com o meio ambiente e à suscetibilidade genética. Caracteriza-se por manchas espessas e escamosas na pele. Nos períodos de pouca exposição solar, como no inverno, o quadro pode piorar.

 

  • Ictiose vulgar: É uma doença que resulta em uma pele extremamente seca. É uma doença hereditária. O quadro clínico é causado por mutações em um gene que codifica a proteína filagrina, responsável pela impermeabilidade da pele e por sua hidratação. Esse problema tende a regredir com o passar dos anos.

 

Como manter a pele saudável

            Atualmente, muitas pessoas estão compartilhando em suas redes sociais alguns cuidados rotineiros com a pele, conhecidos como skin care. Mas o cuidado vai além da escolha dos produtos usados! É preciso manter alguns hábitos essenciais. Veja abaixo algumas dicas que podem ajudar a manter a sua pele saudável.

  • Beba muita água;
  • Evite banhos quentes. Dê preferência para a água morna. Caso não consiga, reduza o tempo do banho;
  • Ainda no banho, evite se ensaboar demais e utilizar buchas. Assim, é possível conservar mais o manto hidrolipídico da pele;
  • Hidrate a pele após o banho;
  • Utilize hidratantes labiais;
  • Aplique filtro solar mesmo em dias de pouco sol;
  • Faça exercícios físicos.

            O mercado de cosméticos é cheio de novidades e tecnologia para que seja possível alcançar a pele dos sonhos. Porém, antes de adotar uma rotina de cuidados, é importante procurar um dermatologista para uma avaliação cuidadosa da sua pele e verificar os produtos mais indicados para você.